images-cms-image-000432338

Cachoeira do Campo = Em muitos momentos este distrito deixou de ser coadjuvante para se tornar protagonista na história de Minas. Nele morava o governador de Minas; estava o quartel onde trabalhava Tiradentes. A matriz de N. Sra. de Nazaré é considerada por muitos o mais notável exemplar da primeira fase do barroco. Seu interior é uma profusão de estilos indescritível. Cachoeira não pode passar despercebida numa viagem a Ouro Preto. Distância: 18 quilômetros.

O Tiradentes
Joaquim José da Silva Xavier nasceu em 1746 na Fazenda Pombal nas proximidades de São José Del’ Rey (hoje Tiradentes). Foi criado por seu padrinho que era cirurgião e do qual aprendeu a profissão de dentista que lhe valeria o seu famoso apelido: Tiradentes. Ainda jovem também foi tropeiro e mascate, além de mostrar conhecimentos em engenharia e mineralogia. Com mais de 30 anos alistou-se no Regimento dos Dragões das Minas Gerais, sediado na antigo Quartel da Cavalaria (hoje Colégio Dom Bosco) em Cachoeira do Campo. Ali teve contanto com os primeiros ideais libertários inspirados principalmente pela revolução norte-americana. Por volta de 1787 conheceu José Alvares Maciel, jovem cientista brasileiro recém chegado da Europa. Juntamente com ele, Tiradentes começou a arquitetar uma revolução para libertar sua terra natal do julgo Português. Em breve formou-se um grupo de idealistas conhecido mais tarde como Inconfidentes. Os principais inconfidentes eram Joaquim José da Silva Xavier, Tomaz Antônio Gonzaga, Cláudio Manuel da Costa, Inácio José de Alvarenga Peixoto, José Alvares Maciel, entre outros.

cavalaria9

Foi organizado um movimento que desencadeava uma grande revolução. A Inconfidência Mineira, porém, foi denunciada por Joaquim Silvério dos Reis ao Visconde de Barbacena no dia 15 de março de 1789 no Palácio de Veraneio em Cachoeira do Campo, local onde residia o governador. Todos os inconfidentes foram presos e julgados, contudo somente Tiradentes sofreu o suplício máximo. Foi enforcado e esquartejado no dia 21 de abril de 1792. Seus quartos foram espalhados pelos caminhos de Minas e sua cabeça foi exposta em praça central de Vila Rica (hoje Ouro Preto). Quando da Proclamação da República, Tiradentes foi elevado a Herói Nacional.
Silva Jardim, orador do movimento republicano assim o descreve:”Não era belo. Não lhe coubera instrução fora do comum, porém era sagaz, podendo de um olhar aprender o valor e a extensão de uma idéia; era um coração bem formado, generoso, cheio de bondade… Sua ambição tinha os mais nobres fins; seu amor e veneração à pátria foi sem limites. Sua fraqueza selvagem, sua indignação por toda a vileza, seu anseio pela idéia que o possuíra, eram tais que os vulgares apodavam-no louco, e os bem nascidos estimavam-no herói”.

Share This