“…É considerada a banda civil mais antiga do estado de Minas Gerais em trabalhos ininterruptos, segundo a Secretaria de Cultura do estado de Minas Gerais.”

O fundador da Banda Euterpe Cachoeirense, o Capitão Rodrigo José de Figueiredo Murta, e seus parentes eram do partido Conservador. Aliás, a família Murta teve e tem uma participação marcante na história da corporação.

No princípio, a banda não contava com uma diretoria completa. A parte burocrática era composta por um diretor e um mestre-regente, eleitos secretamente pelos membros da corporação ou então indicados pelo antecessor. Não havia estatuto que regesse a banda. Até a instituição do primeiro estatuto, em 1941, várias pessoas passaram pela nossa corporação.

A Banda Euterpe Cachoeirense foi fundada em 25 de outubro de 1856, no distrito de Cachoeira do Campo, em homenagem à padroeira Nossa Senhora de Nazaré. É considerada a banda civil mais antiga do estado de Minas Gerais em trabalhos ininterruptos, segundo a Secretaria de Cultura do estado de Minas Gerais.

Euterpe significa a deusa da música e da poesia lírica. Trata-se de uma sociedade civil, de direito privado, sem nenhuma finalidade econômica, política, religiosa e de utilidade pública. É uma associação amadora, não recebendo seus componentes, músicos, amadores e diretores, qualquer remuneração. Tem por objetivo o ensino e divulgação da arte musical.

Declarada de utilidade pública pela lei nº 50/90, de 29 de novembro de 1990, da Prefeitura Municipal de Ouro Preto. É inscrita no Conselho Nacional de Serviço Social do MEC, sob o nº 60560/64.
Excertos do texto de Robson Joaé Peixoto, Músico da Banda Euterpe Cachoeirenese.

Parabéns BEC!!! Banda Euterpe Cachoeirense!!!