“O zelo pela sua casa me consumirá”

Nesta segunda-feira, 12, mais de 200 pessoas lotaram o salão paroquial da paróquia Nossa Senhora de Nazaré, em Cachoeira do Campo, para ouvir da Prefeitura e da empresa responsável pela obra da Matriz explicações sobre a paralisação das obras de restauração. Estavam presentes o prefeito de Ouro Preto, Ângelo Oswaldo, o Secretário Municipal de Patrimônio e Desenvolvimento Urbano, Gabriel Gobbi, Paulo Hermínio e José Américo representante da Germec, empresa responsável pela obra, além do vereador Flávio Andrade e o diácono Agostinho Barroso, representando o arcebispo metropolitano, dom Geraldo Lyrio Rocha.

O prefeito e o secretário explicaram que já foram feitas quatro medições da obra, todas elas aprovadas e fiscalizadas pelo IPHAN e a Caixa Econômica Federal, mas o Ministério das cidades até o momento só repassou R$ 34.500, de um montante de mais de 500 mil. O valor total da obra é de dois milhões de reais, sendo um milhão e oitocentos mil do Ministério das cidades e duzentos mil da prefeitura, como contra partida. Segundo o secretário, a contra partida do município, de acordo com o convênio assinado é pago junto com o repasse do governo, ou seja, a cada valor depositado pelo ministério o município entra com 10%, não podendo, portanto, repassar o valor total da contra partida de uma só vez.

Paulo Hermínio, representante da empresa, informou que as obras já estão paralisadas e que os funcionários estão apenas colocando proteção nas peças que estão no interior da igreja para evitar uma maior deterioração.

Foram feitos contatos com vários deputados federais para ajudar na liberação do recurso junto ao ministério, mas é preciso continuar mobilizados, afirma o prefeito.

Ao final da reunião, acolhendo a manifestação dos presentes, o responsável pela empresa, José Américo, decidiu continuar com as obras até o dia 30 de novembro.

A comunidade marcou nova manifestação para a manhã desta quinta-feira, 15, em frente à Matriz de Nossa Senhora de Nazaré, de onde todos sairão em passeata pelas ruas de Cachoeira do Campo.

Fonte: Arquidiocese de Mariana/Paróquia N. Sra de Nazaré/Fotos:Luana Arcanjo