Nesta quinta-feira, dia 7, a Igreja celebra a Festa do Corpo de Cristo, conhecida como Corpus Christi. Este momento é marcado por missas, adoração ao Santíssimo Sacramento e pelas procissões realizadas nas ruas de nossas comunidades paroquiais.

A paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, com o espírito de unidade e fraternidade, por meio do ministério da Eucaristia, Sacramento do Corpo e Sangue de Jesus Cristo, celebra, junto à comunidades setoriais, esta grande festa. Acompanhe logo abaixo a programação completa.

PROGRAMAÇÃO:
Cachoeira do Campo:

7h e 30 min: Missa no Colégio das Irmãs (INSA- Instituto Nossa Senhora Auxiliadora), seguida de procissão com o Santíssimo Sacramento pelas ruas do Bairro São José, presença da Banda Euterpe Cachoeirense e da Sociedade Musical União Social

Rodrigo Silva:
7hs e 30 min: Igreja de Santo Antônio

São Bartolomeu:
10hs e 30 min: Igreja de São Bartolomeu

Glaura:
16hs: Igreja de Santo Antônio

Santo Antônio do Leite:
17hs: Igreja de Santo Antônio

Um pouco do histórico sobre esta data:
A festa de Corpus Christi é a celebração em que solenemente a Igreja comemora a Instituição do Santíssimo Sacramento da Eucaristia; sendo o único dia do ano que o Santíssimo Sacramento sai em procissão às nossas ruas.
Propriamente é a Quinta-feira Santa o dia da Instituição,mas a lembrança da Paixão e Morte do Salvador não permite uma celebração festiva.Por isso,é na Festa de Corpus que os fiéis agradecem e louvam a Deus pelo inestimável dom da Eucaristia,na qual o próprio Senhor se faz presente como alimento e remédio de nossa alma.
A Eucaristia é fonte e centro de toda a Vida Cristã.Nela está contido todo o tesouro espiritual da Igreja,o próprio Cristo.
A festa de Corpus Christi surgiu no século XIII na diocese de Liege,na Bélgica por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon ( + 1258 )que recebia visões nas quais o próprio Jesus lhe pedia uma Festa Litúrgica Anual em honra do Sacramento da Eucaristia.
Aconteceu porém,que quando o padre Pedro de Praga,da Boêmia,celebrou uma missa na cripta de Santa Cristina,em Bolsena,Itália,aconteceu um milagre eucaristico: da hóstia consagrada começaram a cair gotas de sangue sobre o corporal após a consagração.
Alguns dizem que isto ocorreu porque o padre teria duvidado da presença real de Cristo na Eucaristia.
O Papa Urbano IV (1262-1264) que residia em Orvieto,cidade próxima de Bolsena,onde viva S.Tomás de
Aquino,informado do milagre,então,ordenou ao Bispo Giácomo que levasse as relíquias de Bolsena a Orvieto.
Isso foi feito em procissão.Quando o Papa encontrou a procissão na entrada de Orvieto,teria então pronunciado diante da reliquia eucaristica as palavras:”Corpus Christi”.
A partir da oficialização,a Festa de Corpus Christi passou a ser celebrada todos os anos na primeira Quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade.
A celebração normalmente tem início com a missa seguida pela procissão pelas ruas da cidade,que se encerra com a benção do Santíssimo. Todo católico deve participar dessa procissão por ser a mais importante de todas que acontecem durante o ano,pois é a única onde o próprio Senhor sai as ruas para abençoar as pessoas,as famílias e a cidade.
Em muitos lugares criou-se o belo costume de enfeitar as casas com oratórios e flores,e as ruas com tapetes ornamentados,tudo em honra do Senhor que vem visitar o seu povo.